É recorrente no consultório do urologista a queixa de crescimento do testículo e isso gera bastante ansiedade, principalmente após consultar sites de busca como o google e afins. Abaixo, discutimos aspectos relacionados às possíveis doenças e suas reais implicações.

O que pode representar o aumento de volume do(s) testículo(s)?

A resposta: depende.

Alguns fatores devem ser observados para que possamos chegar a um diagnóstico preciso.

– Tempo de crescimento. O tempo de evolução é importante para sabermos se estamos lidando com uma doença simples (hidrocele – água ao redor do testículo), que tem crescimento lento (muitas vezes por muitos anos), ou se estamos diante de um nódulo ou câncer.

– Sintomas associados. Dor associada ao crescimento abrupto do órgão pode estar relacionada à inflamação e infecção dos testículos ou epidídimo (orquiepididimite). Costuma vir acompanhada de vermelhidão local e até ardência no canal urinário. Outra possibilidade que deve ser afastada é a de torção testicular. Cistos podem evoluir com episódios de dor pontuais, associado a crescimento de “nódulo” fibroelástico acima ou abaixo do testículo.

– Idade. O aumento testicular pode acometer qualquer idade em casos de hidrocele; porém, os cânceres costumam aparecer em homens entre 15 e 45 anos e menos frequentemente em idosos.

As principais causas de crescimento e aumento testicular, portanto, são:

1- Hidrocele

2- Tumor de testículo

3- Orquite ou epididimite

4- Varicocele

5- Cistos em epidídimo / testiculares

6- Torção testicular

7- Torção de hidátide de Morgagni

8- Hérnias inguino-escrotais

Uma vez identificado aumento do volume escrotal ou testicular, a avaliação clínica é insubstituível, sendo mais eficaz até do que a ultrassonografia ou qualquer exame complementar. Portanto, o consultório do urologista deve ser o primeiro lugar que você deve ir!

× Marcar uma consulta!
Agende online Agende Via WhatsApp

Agende sua consulta Online ou via WhatsApp