Quem não lembra das famosas pulseiras “LIVESTRONG”? De cor amarela inconfundível, foram sucesso no final da década de 1990, e o principal motivo foi o fato do multi campeão de ciclismo Lance Armstrong ter tido diagnóstico de câncer de testículo. Sua história foi feliz e o tratamento bem sucedido.

O Câncer de testículo tem um importante papel por ser o MAIS FREQUENTE em adultos jovens entre 15 a 45 anos, uma população economicamente ativa, no auge da vida afetiva e reprodutiva. O principal sinal é o crescimento de nódulo endurecido e indolor percebido pelo paciente ou parceira, e muitas vezes notado coincidentemente apenas após um trauma (ex: bolada em partida de futebol). O diagnóstico é relativamente simples de se ter, baseado apenas em exame físico do urologista associado ao ultrassom.
Seu tratamento é feito através de uma cirurgia de pequeno porte, de fácil execução, e que numa grande parcela de pacientes é suficiente para a cura completa.
Outros recursos como quimioterapia, radioterapia e até cirurgias complementares auxiliam na chamada terapia MULTIMODAL, que tem altos índices de sucesso nesse tumor. As chances de cura são altíssimas até mesmo para pacientes com doença avançada e em casos de metástases.
Portanto, ao menor sinal de endurecimento do testículo, com crescimento lento, indolor e progressivo, não hesite em procurar um urologista para melhor definir o seu diagnóstico!

× Marcar uma consulta!
Agende online Agende Via WhatsApp

Agende sua consulta Online ou via WhatsApp