Em época de Novembro Azul, o aumento da busca pelo urologista é notável, especialmente com foco na ‘prevenção’ do câncer de próstata.

Há muito se debate o papel da rotina anual do homem, com discussões calorosas ao redor do mundo. Enquanto ficamos entre especialistas, isso não é um problema, muito pelo contrário.

A questão começa a gerar danos quando os pacientes entram em cena. O preconceito, desconhecimento e baseados em opiniões pouco infundadas, muitos deles evitam a avaliação urológica e isso contribui enormemente para o aumento de doenças graves não detectadas na população masculina.

Não é raro atendermos pacientes que nunca foram examinados por urologistas, que fazem o rastreamento do câncer de próstata APENAS com exame de sangue, o PSA. Sabemos da importância deste, uma vez que 60% dos casos podem ser diagnosticados a partir de suas alterações.

Igualmente necessário, o exame digital ou toque retal da próstata é capaz de identificar nódulos e alterações na glândula mesmo naqueles pacientes que não apresentam elevação do PSA. Sua realização faz parte do exame físico na consulta do urologista, e ele é útil para diagnosticar outras doenças, tais como prostatite, hiperplasia benigna (HPB) e câncer.

Para reiterar a necessidade, exemplifico com 2 casos diagnosticados este ano. Adotarei siglas anedóticas a fim de preservar a identidade dos pacientes.

Caso 1.

JSL, 60 anos.

Não tinha histórico familiar de câncer, não tinha sintomas. Veio para rotina da próstata, que fazia há 2 anos apenas. Tinha PSA = 1,90. Refere que não havia realizado exame de toque pois o PSA estava normal e não precisaria. Após longa conversa e explicações, o mesmo entendeu e realizamos.

Resultado: foi identificado nódulo local. Encaminhei para biópsia, a qual mostrou câncer e prontamente tratamos com cirurgia – prostatectomia radical.

Hoje encontra-se recuperado da cirurgia, sem maiores sequelas, com controle total da doença.

Caso 2.

FJSM, 67 anos.

Assintomático, vinha em acompanhamento da próstata desde os 50 anos. Sempre com PSA baixo, realizava toque retal esporadicamente (passava grandes períodos sem o exame). Na primeira consulta, expliquei sobre a importância do exame digital mesmo com PSA = 1,52. Concordou e identifiquei nódulo em lado direito da próstata, endurecido, suspeito para câncer. Realizamos biópsia e foi detectado câncer localizado.

Também foi submetido ao tratamento curativo cirúrgico e hoje está clinicamente muito bem, com poucas queixas apenas; mas, o mais importante: curado da doença!

Portanto, cuide-se! Converse bem com seu médico a respeito da necessidade de exames e não saia com dúvidas. Tenha certeza que nossa maior alegria é ver nosso paciente com saúde plena!

× Marcar uma consulta!
Agende online Agende Via WhatsApp

Agende sua consulta Online ou via WhatsApp