Caroço no testículo, e agora?

Alterações testiculares são queixas comuns encontradas na prática diária do urologista. A pergunta: “o surgimento de um caroço no testículo, é sinal de um câncer?”, é a que chama atenção. Primeiro porque assusta e leva o paciente a procurar o médico de forma antecipada e finalmente porque, de fato, podemos estar diante de uma doença grave.

Aqui vamos conhecer o que essas alterações escrotais podem significar para a saúde do homem.

Caroço no testículo é sinal de câncer?

Os testículos são órgãos que fazem parte do escroto, uma bolsa músculocutânea que contém outras estruturas essenciais no armazenamento, produção e transporte dos hormônios sexuais masculinos e espermatozóides.

Os caroços nos testículos podem ocorrer em todas as fases da vida. Quando surgem, podem significar cistos, hidrocele (um acúmulo de fluídos) ou até mesmo o crescimento anormal de células no órgão, que pode representar um tumor no testículo.

Fatores de risco

Nódulo no testículo não deveria existir. Portanto, todas as vezes que identificamos um caroço, massa ou nódulo é importante realizarmos uma avaliação minuciosa. Pensando no câncer, alguns fatores de risco contribuem para sua formação, e por isso é imprescindível sabê-los:

  • Criptorquidia: um dos principais fatores relacionados ao tumor testicular, é quando uma criança nasce sem que um (ou até os dois) testículo tenha descido para a bolsa escrotal. A chance de desenvolvimento do câncer é cerca de 8 vezes maior, caso esse problema não tenha sido corrigido ainda na fase inicial da vida; 
  • Histórico familiar de câncer testicular;
  • Exposição a substâncias tóxicas;
  • Histórico de câncer de testículo no próprio paciente (novo tumor no testículo que sobrou).

Por outro lado, devemos esclarecer algumas afirmações encontradas nas mídias sociais e internet. Frases como “fator de risco para a formação de um nódulo no testículo é uma torção testicular” deve ser interpretada com cautela, pois definitivamente a torção de testículo NÃO é um fator de risco para o câncer. 

Alguns sintomas da formação de um “caroço no testículo” são:

  • Aumento do volume ou inchaço no órgão;
  • Dor;
  • Desconforto;
  • Peso na bolsa escrotal.

Causas de formação de “caroço no testículo”

Alterações testiculares podem aparecer a partir de causas extratesticulares, como hérnias inguino-escrotais. Porém, a maioria das vezes o aumento do volume testicular surge devido a problemas inerentes ao órgão, a saber:

Hidrocele

Acúmulo de líquido nas túnicas de revestimento do testículo. Pode ser uni ou bilateral. Costuma ser indolor.

Varicocele

É a formação irregular na bolsa escrotal, causada pelo aumento de veias testiculares, gerando alterações estéticas e desconforto. 

Cistos

O cisto pode ser definido como um pequeno saco cheio de líquido, que fica semelhante a um caroço endurecido. Costumam ser inofensivos à saúde masculina.

Espermatocele

É um tipo de cisto que surge no epidídimo devido à obstrução dos túbulos que levam o espermatozóide. Quando isso ocorre, o acúmulo dos espermatozóides podem formar pequenos cistos que normalmente são assintomáticos.

Epididimite

Um nódulo no testículo dolorido pode ser sinal de um epidídimo inchado. Quem está com o problema pode sentir tanto a dor e inchaço, como calor na região dos testículos.

Esse problema, que pode gerar ansiedade no paciente, pode estar associado a doenças sexualmente transmissíveis e muitas vezes necessita de tratamento com antibióticos.

Câncer no testículo

É importante saber que o surgimento de um nódulo nos testículos  é um do sintomas mais comuns de um câncer. Na grande maioria dos casos costuma ser indolor e de crescimento lento, sem motivo.

O câncer no testículo pode atingir 5% dos homens em idades entre 15 e 50 anos. Embora tenha baixo índice de mortalidade, é preciso ser tratado com rapidez porque pode interferir na fertilidade masculina.

É fundamental diagnosticar o problema de forma precoce, pois desta forma a chance de cura é muito expressiva.

Autoexame traz diagnóstico precoce de problemas

O autoexame é sempre importante para detectar alterações testiculares. Os homens não têm o hábito de realizar essa busca no próprio corpo. Esta medida deve ser estimulada. Ao menor sinal de alterações, a visita a um urologista é imprescindível para diagnóstico de qualquer problema ainda em fase inicial.

É importante adotar esse hábito mensal desde a adolescência, já que os tumores nos testículos podem surgir já neste momento da vida. 

Veja também: Sintomas de câncer de próstata

× Marcar uma consulta!
Agende online Agende Via WhatsApp

Agende sua consulta Online ou via WhatsApp